Hino

Hino das Lajes

Num vale vasto e lindo
Sob o olhar de duas serras,
Do solo está emergindo,
A riqueza de suas terras.

Uma planície de cores vivas
Que fugazmente se expande,
De terras belas e produtivas,
Denominada Ramo Grande.

Nome de Ricas pedreiras
Nosso marco mais antigo,
O celeiro das grandes eiras,
Dos campos de milho e trigo.

As suas casas caiadas
Dão-lhe um ar fresco e novo,
Cantarias trabalhadas,
Pelas mãos do nosso povo.

Lajes de nobres tradições
Com touradas e alegria
Com bodos e procissões
E carnavais de magia…


E o seu povo nobre e fiel,
Trabalhador e solidário,
Honra o arcanjo São Miguel,
Louva a Virgem do Rosário.

Refrão

Cantemos alegremente
Ao som da nossa memória,
Às Lajes de estóica gente,
À grandeza da sua história.
Ergamos a nossa bandeira,
Orgulhosa assim desfila
Mostrando na ilha Terceira
As cores da Nossa Vila.

Letra: Ricardo Martins
Música:
José Avelino Simões